terça-feira, 26 de agosto de 2014

Erika Miranda sobe ao pódio, conquista bronze e tira o Brasil da "seca" no Mundial de judô

Precisamos esperar até o segundo dia do Mundial para podermos ver um brasuca com a medalha no peito.

Após um frustrante primeira dia, Erika Miranda (imagem) se encarregou que mandar longe a zica, e expulsar o “zero” do quadro de medalhas brasileiro.
                                          Fonte: globoesporte.com/judo


-52 Kg Feminino

Erika estreou vencendo Babamuratova (TKM) por ippon, e em sequência, derrotou a espanhola Laura Gomez por yuko. Nas quartas de final venceu Tingnan Ma (CHN) da mesma forma que na estréia, por ippon.

Já na semi, reedição do duelo entre a brasileira e a romena Andrea Chitu que ocorreu nessa mesma fase no Mundial do Rio 2013, e dessa vez, o final não foi feliz para a brasileira. Erika começou muito bem, com menos de 1 minuto ganhava de wazary. Chitu pressionou bastante a luta inteira, o que fez com que Erika levasse duas punições, o que a obrigou a partir pra cima. Faltando apenas 40 segundos para  término do combate, a final parecia nas mãos, até que num vacilo, Erika levou um golpe perfeito, um ippon, dando adeus ao sonho da final, ao sonho do ouro.

Porém, na repescagem voltou com sangue nos olhos para enfrentrar Yanet Bermoy Acosta, cubana, que possuía grande vantagem no retrospecto nas lutas contra a brasileira (8-2). Em uma luta muito tática, sem grandes projeções, Erika venceu a Bermoy Acosta nas punições.

Final da categoria

Majlinda Kelmendi (imagem) mostrou mais uma vez o porquê de ser idolatrada por seu país, Kosovo. Na final, contra a romena Chitu, não deixou nenhuma brecha para investidas da adversária, e com um yuko e um wazary, ao término dos 4 minutos de luta, pôde soltar o grito de bi campeã mundial.
*Fica a nota que, mesmo sendo campeã, Kelmendi não ouviu seu hino no pódio, pois Kosovo não é reconhecido atualmente como país. A bandeira da IJF e o hino olímpico a representaram.

PÓDIO

OURO- Majlinda Kelmendi- (KOS) 
PRATA- Andrea Chitu (ROM)
BRONZE- Erika Miranda (BRA)
BRONZE- Natalia Kuziutina (RUS)



-66 Kg Masculino

Charles Chibana (imagem), líder do ranking mundial, venceu o armeno Gahzaryan na estréia e o sul coreano Youn na luta seguinte. Nas oitavas teve que encarar uma pedreira, o uzbeque Rishod Sobirov, e infelizmente saiu derrotado após uma luta muito equilibrada e polêmica, que só acabou no Gonden Score.

Final da categoria

Duelo entre Ebinuma (JPN) Vs Pulyaev (RUS). O segundo, empurrado pela torcida, bem que tentou desestabilizar a forte base do japonês, sem sucesso. Ebinuma, seguiu melhor na luta, dominando, à espera da hora certa para aplicar um golpe perfeito. Foi o que aconteceu quando faltavam dois minutos para o final da luta, no momento que o japonês encaixou um lindo ippon.
Agora, Ebinuma é Tri Campeão Mundial da categoria.

PÓDIO

OURO- Masashi Ebinuma (JPN)
PRATA- Mikhail Pulyaev (RUS)
BRONZE- Georgii Zantaraia (UKR)
BRONZE- Kamal Khan-Magomedov (RUS)


   
Categorias disputadas amanhã                                Representantes brasileiros
-57 Kg Feminino                                                         Rafaela Silva e Ketleyn Quadros
-73 Kg Masculino                                                        Alex Pombo


Eliminatórias seguem sendo às 02h00 da manhã, e finais ás 08h00 (horário de Brasília)

Nenhum comentário:

Postar um comentário