domingo, 7 de abril de 2013

Com virada espetacular, Rio de Janeiro vence o Osasco e é Octa da Superliga




     Com o Ginásio do Ibirapuera lotado nas cores azul e laranja, contra um time campeão de tudo e principal favorito ao título da competição, começando o jogo perdendo os 2 primeiros sets. Foi desta forma que o Rio de Janeiro de maneira inesperada e incrível virou o jogo contra o Osasco e conquistou seu oitavo título da Superliga.
      Pela 9ª vez consecutiva a final da Superliga presenciou um belo duelo entre Rio x Osasco. Com a melhor campanha da primeira fase e sob o comando do técnico Bernardinho, a equipe carioca venceu a partida com parciais de 22/25, 19/25, 25/20, 25/15 e 15/9 e surpreendeu a muitos.
        O jogo começou muito tenso, com as equipes errando bastante. Logo o Osasco abriu vantagem com seu poderoso saque e com as falhas de recepção do Rio, vencendo assim o 1º set.
         No 2º set a equipe paulista permaneceu superior na partida, com ótimos bloqueios e muito forte no ataque. Pelo Rio, a líbero Fabi fazia belas defesas e tentava repor a equipe no jogo, mas o Osasco venceu por 25/19 e fez 2x0.
         Quando todos esperavam que a final deste ano seria igual a de 2012 com uma vitória de 3x0 para o Osasco, a equipe do Rio começou a jogar seu melhor voleibol e a virar o jogo. Natália que ano passado fez uma cirurgia para retirada de tumores na canela e vinha fazendo uma Superliga inferior ao que se esperava, começou a virar todas as bolas, a chamar o jogo para si, se tornando o símbolo da partida e o destaque da grande final.
           O Rio de Janeiro venceu o 3º set por 25/20 e fez um 4º set impecável. Com Fabiana defendendo como nunca, Natália e Sarah Pavan virando todas as bolas,  a equipe carioca chegou a igualdade levando o jogo para o tie-break.
           No quinto e decisivo set as campeãs olímpicas do Osasco não mostraram reação, o Rio de Janeiro abriu 3 pontos de vantagem logo no início e se manteve na frente até o último ponto, quando magistralmente Fofão levantou para Natália atacar e garantir o título.

Nenhum comentário:

Postar um comentário