domingo, 13 de janeiro de 2013

Brasil lava a alma e vence a Argentina


Incrível ! Espetacular ! Vibrante !

Essas e muitas outras palavras são um pouco do que foi o jogo Brasil x Argentina no começo da tarde desse domingo. A tensão para o jogo já era grande ,afinal, se não vencêssemos ficaríamos em situação delicada quanto a classificação para as oitavas, e para dar só uma complicadinha, o jogo era nada mais nada menos do que os nossos eternos rivais argentinos.

São 60 minutos que não envolvem apenas técnica, apenas jogo em si de handebol, e sim envolve raça, auto controle, catimba e provocações. Para se vencer um jogo assim os jogadores devem estar muito tranqüilos, mas ao mesmo tempo com sangue nos olhos.

E foi isso que aconteceu,já no início do jogo, deu pra perceber que o Brasil não entrou pra brincadeira, permaneceu a frente no placar no início da partida vencendo aos 9 minutos por 5 x 2. A partir daí o jogo ficou bem amarrado, no estilo que os argentinos costumam fazer para equilibrar a partida, então os 15 minutos seguintes foram de poucos gols, mas com vantagem argentina 4 x 3 nesse período de tempo, e olhando para o placar da partida apontava aos 25 minutos 8 x 6 para o Brasil. Os 5 minutos finais foram muito tensos,a Argentina queria liderar pela primeira vez e empatou em 8 a 8 com Diego Simonet. Parecia que íamos ao intervalo em igualdade, quando no último ataque o Brasil ganha um tiro de 7 metros que foi batido por Zeba com perfeição, assim o primeiro tempo acabou em vantagem brasileira, 9 x 8.

O segundo tempo.... Ai, o segundo tempo ! Muito nervosismo por ambas equipes e todos que assistiam o jogo, e para a situação ficar mais dramática para nós brasileiros,a Argentina passou a frente logo aos 4 minutos, 11 x 12 num gol de Sebastian Simonet se aproveitando do fato do Brasil estar com um jogador excluso. Essa troca de quem estava na frente continuou até o 14 x 14 até que enfim abrimos 2 gols com Zeba e Lucas Candido, porém a Argentina lutava e sempre diminuía essa vantagem para um gol, mas Zeba ( sempre ele ! ) e Arthur Patrianova resolveram fizeram cada 2 gols e botaram uma boa vantagem de três gols faltando 7 minutos pro fim do jogo. Aos 24 e 25 minutos, o Brasil teve chances de botar 4 gols de diferença, porém foram ataques desperdiçados por Diogo Hubner e Vinícius.

Então é aí que entra a parte dramática,Thiagus leva exclusão e ficamos com um a menos, enquanto isso a Argentina aproveita e faz dois gols, 20 x 19 para o Brasil faltando 4 minutos. No ataque seguinte era crucial que fizéssemos o gol, e numa ótima finalização Felipe Borges tirou aquele peso imenso das costas e colocou denovo a vantagem de 2 gols. Jogo terminado ? Que nada....Tinha ainda 1 m 30 a ser jogado com um jogador a menos e no ataque da Argentina Zeba faz falta dura e também é excluído e ainda os argentinos ganham um tiro de 7 metros que é defendido por Rick porém na sobra Federico Fernandez pega o rebote e Arthur faz nova falta, mais um 7 metros e esse sim convertido por Sebastian Simonet, inferioridade numérica de 2 jogadores ,faltando intermináveis 3 minutos e 21 x 20 no placar para o Brasil e o próximos ataque era de 4 contra 6, e numa bola incrível Chuiffa faz o gol ! 22 x 20.   No ataque seguinte a Argentina não Fez o gol, se desesperou e Sebastina Simonet fez falta e foi excluído, nesses momento o número de jogadores estava o mesmo 5 x 5, mas a Argentina ficaria até o fim do jogo com 5 e Zeba poderia voltar faltando 1 minuto para o término. O próximo ataque brasileiro gerou um gol de Arthur e no ataque argentino seguinte o nosso goleiro bombom salvou um chute de Diego Simonet, isso selou a vitória do Brasil, que ainda fez um gol faltando 7 segundos com Arthur. Final, Brasil 24 x 20 Argentina. Depois de três derrotas seguidas para os argentinos, incluindo a dolorida derrora no pan de Guadalajara, o Brasil deu o troco !
                                               Zeba foi eleito o melhor em quadra
Zeba fez uma partida espetacular ! 8 gols com 72 % de efetividade no ataque, ele com certeza é o principal responsável por essa vitória de hoje. Os nossos goleiros Rick e Bombom tiveram juntos 31% de bolas salvas, destaque para Bombom que jogou muito bem no segundo tempo. Também merece uma nota Thiagus e Tiago que se comportaram como leões na defesa, Tiago levou 2 exclusões, já Thiagus uma, defesa forte uma exclusão ou outra as vezes é inevitável, porém para os próximos jogos deve se evitar tantas.



Artilheiros :
Brasil
Zeba – 8 gols
Arthur Patrianova – 5 gols

Argentina
Federico Fernandez – 5 gols
Diego Simonet – 5 gols

Próximos jogos
15/01 (Horário de Brasília )
Brasil x França ( 17 h 45 )
Argentina x Alemanha ( 15 h 15 )

Nenhum comentário:

Postar um comentário