quinta-feira, 16 de agosto de 2012

A Classe Star, da Vela, não participará dos Jogos em 2016. Por enquanto...

Uma notícia não muito agradável aos brasileiro foi motivo de preocupação dos sites e colunistas e blogueiros pós Londres 2012.

A classe Star, que nos rendeu muitas medalhas ( 2 ouros, 2 pratas e 3 bronze) não estará presente na edição dos Jogos Olímpicos de 2016, dando lugar a classe do Kitesurf (aquela modalidade com prancha e que é puxada por um mini-paraquedas).



E um dos maiores velejadores brasileiros de todos os tempos, Robert Scheidt, junto com seu companheiro, Bruno Prada, terão que adotar o plano B: cada um voltar para sua classe de origem. O Robert retornará para a classe Laser, classe que foi bi-campeão olímpico (1996 e 2004), vice-campeão olímpico (2000) e 7 vezes campeão mundial; e o Bruno a classe Finn.


Mas o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) tentará recorrer a decisão da ISAF (Federação Internacional de Vela, em inglês) para tentar incluir a modalidade em 2016.

Acontecendo ou não a inclusão, acho que com Scheidt nos jogos, sempre haverão esperanças de medalhas, independente da classe.


Fonte: Scheidt anuncia retorno para a Laser de olho em adeus no Rio 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário