terça-feira, 1 de setembro de 2015

Eu tive a honra de ser um Voluntário Selecionador dos Jogos Rio 2016

1 de Agosto - O dia em que tudo começou


Na realidade essa história começa um pouco antes. Eu vi através do facebook que o Comitê dos Jogos Rio 2016 estavam selecionando voluntários para trabalharem como selecionadores em várias cidades do Brasil.

Pensei um pouco e decidi fazer minha inscrição, aceitei o desafio, participei do processo seletivo e acabei sendo um dos escolhidos.

No dia 1 de agosto eu conheci essas pessoas aí da foto!
Foi o dia do treinamento, onde aprendemos como iríamos selecionar os 70 mil voluntários dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016!

A Sala da Imersão

Para um apaixonado por esportes como eu, entrar na sala de imersão pela primeira vez foi algo surreal. "Escutar Zeus me concedendo a permissão para entrar foi sensacional". 

Como não se emocionar com o vídeo? Eu chorei, me emocionei, e tive um pouco da sensação de tudo o que vai acontecer a partir de agosto de 2016.

Por fim, o corredor da superação mostra e faz refletir sobre o mundo das pessoas que possuem alguma deficiência.

O Momento das primeiras Dinâmicas

                                (Foto: a 1ª dinâmica realizada)

Eu sempre tive pavor de falar em público, logo eu estava muito nervoso, mas ao mesmo tempo muito feliz de está lá.

Caramba, eu ia falar dos meus ídolos, conhecer as mais variadas pessoas, um universo de histórias. Eu tinha mais é que aproveitar e curtir esse grande momento da minha vida.

Como selecionar uma ídola?

  
De repente quando eu vejo, Adrianinha no Centro de Voluntários Recife!
São momentos como este que não saem da minha memória, nesses meus trabalhos voluntários esportivos.

Eu percebi que eu ia selecionar atletas, que eu ia selecionar pessoas que eu admiro e que acompanho, em pouco mais de meia hora eu pude conhecer a pessoa Adrianinha, que eu vi e torci durante 4 Olimpíadas.

Isso não tem preço que pague!

Amigos da Copa, Amigos Olímpicos


Ao longo de todo o mês eu pude reencontrar o maior legado da Copa do Mundo no Brasil, meus amigos.

A cada dia aparecia um amigo, conhecido, colega que compartilhou comigo o trabalho voluntário da Copa do Mundo no Brasil.

Foi muito bom reencontrar todos e ver que eles continuam com o desejo de fazer parte da história esportiva do país e querer colaborar para a realização desses grandes eventos esportivos.

Família Selecionadores


Trabalhar com pessoas maravilhosas, conviver com pessoas tão legais, formamos uma família nesse mês de agosto.

Fábia, Nadiele e André, meus amigos do cheching que eu via todos os dias.

Glória e Cibele as amigas psicólogas que aperriei tanto e que me ajudaram a selecionar esse povo todo.

O amigo carioca do TI, grande Wanderson.

A "chefinha" Vivi que se cansou de me ver mesmo em dias em que eu não estava escalado kkkkkk 

E todos os Selecionadores que dividiram essa grande experiência comigo!

Os Valores dos Voluntários Rio 2016





Fazer Acontecer
- Promover a Alegria 
- Valorizar os Outros

Esse era o nosso objetivo como selecionadores, encontrar em cada pessoa esses valores.

Foi muito bom encontrar vários "artistas", "arquitetos", "engenheiros", "escritores", "músicos", "cantores". Animação foi o que não faltou no centro de voluntários Recife.

Selecionar pessoas das mais variadas idades, classes sociais, raças, religiões, deficiências, foi uma experiência maravilhosa e marcante!

Eu tive muito orgulho de fazer parte disso!



MUITO OBRIGADO


















domingo, 12 de julho de 2015

É Ouro, é Prata e é Bronze: Judô salva o Brasil no 1º dia do Pan

Érika Miranda leva o primeiro Ouro do Brasil no Pan


Demorou, foi agoniante, mas já no final da noite de ontem, o Brasil ganhou suas primeiras medalhas no Pan.

Nathalia Brigida conquistou a primeira medalha do Brasil nos Jogos Pan-Americanos, foi Bronze na categoria (48kg) do judô.

Felipe Kitadai era favorito a conquistar o ouro na categoria dele no judô, mas em uma final desastrosa perdeu para um "desconhecido" equatoriano, prata pra ele.

A nossa Seleção de Ginástica Masculina ficou com a Prata na prova por equipes como era esperado.

O destaque do dia ficou por conta de Érika Miranda, que não deu chances para zebras e faturou o 1º de tantos ouros que o Brasil irá conquistar no Pan.

Frase da Érika: No país onde o futebol reina, quem manda é o judô.

A chuva de 4º lugares em algumas modalidades foi o lado triste do primeiro dia dos brasileiros no Pan: O nado sincronizado dueto e por equipes, o ciclismo BMX no masculino e feminino, Cesár Castro nos saltos ornamentais trampolim 3m.

Hoje tem mais Pan e mais medalhas para o Brasil, meu destaque fica com o judô que poderá conquistar mais 3 ouros. Vamos torcer para o Brasil!

Amanhã tem mais um resumo do que rolou hoje no Pan Toronto 2015




sexta-feira, 10 de julho de 2015

Brasil Potência Pan-Americana

Hoje em Toronto, no Canadá, começa oficialmente o XVII Jogos Pan-Americanos



O nome do nosso blog é Brasil Potência Olímpica, mas o que podemos falar com toda certeza é que o Brasil é uma potência Pan-Americana, e que brigará para ficar em 2º lugar no quadro geral de medalhas.

O Pan contará com aproximadamente 6 mil atletas dos 41 Comitês Olímpicos das Américas, competindo em 36 esportes diferentes.

Superar os Estados Unidos no quadro de medalhas é impossível, mas ficar a frente de Cuba e Canadá não é das missões mais difíceis. Nas últimas 2 edições, o Brasil terminou em 3º lugar, atrás de EUA e Cuba.

O torcedor dos esportes olímpicos poderá vibrar com várias conquistas de medalhas de nossos atletas, a expectativa é que o Brasil supere a marca de 50 Ouros, realmente dá pra se sentir uma potência esportiva.

Com os Jogos Olímpicos do Rio se aproximando cada vez mais, sentir o gostinho de Olimpíada, a emoção do esporte, a vibração das competições em um evento multi-esportivo, será sensacional.

Fique ligado no BPO, estaremos diariamente publicando notícias do Pan, trazendo o que de melhor estiver acontecendo. 

E não perca hoje a Cerimônia de Abertura ás 21h (horário de Brasília) com transmissão dos canais Record News e Sportv.






quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

DUDA É ELEITA A MELHOR JOGADORA DE HANDEBOL DO MUNDO


A melhor jogadora de Handebol do Mundo é brasileira!

Nesta manhã foi confirmado o que todo mundo que ama handebol já sabia, a nossa Duda foi eleita a melhor jogadora de handebol do mundo!

A armadora da seleção, joga muito e não é de hoje, desde 2013 merece receber esse prêmio.

Com muita raça e gols espetaculares ajudou o Brasil a ser campeão mundial em 2013 e se tornou bicampeã da Liga dos Campeões da Europa pelo Gyori, da Hungria, no ano passado.

Em votação realizada pela Federação Internacional de Handebol (IHF), a brasileira recebeu 35,2% dos votos superando as outras quatro concorrentes. Em segundo lugar ficou Christina Neagu (ROU), com 25,8 % dos votos e em terceiro lugar, Heide Loke (NOR), com 16,8%.

É a segunda vez que uma brasileira é eleita a melhor do mundo no handebol, Alexandra Nascimento venceu em 2012.

O Handebol brasileiro vive um excelente momento, temos excelentes jogadoras, uma ótima seleção e prêmios como o de hoje só demonstram isso.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Manual do Mundial Masculino de Handebol 2015



Vai começar o primeiro campeonato mundial de 2015! O Mundial de Handebol Masculino será realizado no Qatar e começará dia 15 deste mês.

Os principais favoritos do campeonato são as seleções europeias, com destaque para a França atual bi campeã olímpica e campeã europeia, mas que não medalhou no último mundial. A Espanha atual campeã mundial, Dinamarca e Croácia  tem fortíssimas seleções e também lutarão pelo título.

Fora do eixo europeu, é difícil arriscar uma seleção que possa chegar no topo da competição, visto que são muitos europeus de quase mesmo nível, dando poucas chances para o resto do mundo, mas aponto três como destaques: Argentina, Brasil e Tunísia. Aliás nunca houve um campeão que não fosse europeu, ou seja , não precisa explicar mais nada sobre a superioridade das seleções do velho continente.


                                           Jordi Ribera , espanhol , técnico da seleção brasileira

O técnico Jordi Ribera, em conjunto com a comissão técnica da Seleção Masculina de Handebol, definiu os 17 atletas que irão representar o país no Campeonato Mundial.

Em preparação para o Mundial, o Brasil fez um amistoso com o Egito na tarde de ontem. O placar do jogo foi Egito 25 x 23 Brasil. Hoje também em preparação para o Mundial, o Brasil venceu a Arabia Saudita por 26 x 25.

A Seleção Masculina tem uma grande expectativa para este Mundial. O primeiro objetivo é superar a melhor posição já obtida até agora na história da categoria, que foi o 13° lugar na Espanha em 2013. A equipe chegou até as oitavas de final, mas foi eliminada pela Rússia por apenas um gol.

Convocados pelo técnico da seleção brasileira Jordi Ribera:


Goleiros - César Augusto Oliveira de Almeida (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha) e Luís Ricardo Miles do Nascimento (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP).

Pivôs - Alexandro Pozzer (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha) e Vinícius Santos Teixeira (EC Pinheiros-SP).

Armadores - Arthur Malburg Patrianova (BM Villa de Aranda-Espanha), Fernando José Pacheco Filho (EC Pinheiros-SP), Guilherme Valadão Gama (BM Granollers-Espanha), Gustavo Nakamura Cardoso (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), José Guilherme de Toledo (BM Granollers-Espanha) e Thiagus Petrus Gonçalves dos Santos (Nathurhouse La Rioja-Espanha).

Pontas - Cléber Antônio de Andrade (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), Fábio Rocha Chiuffa (Asociación Deportiva Ciudad de Guadalajara-Espanha), Felipe Borges Dutra Ribeiro (Montpellier Agglomeratión-França) e Lucas Cândido (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP).

Centrais - Diogo Kent Hubner (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), Henrique Selicani Teixeira (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP) e João Pedro Francisco da Silva (Real Ademar León-Espanha).




Seleções Classificadas           


Veja a distribuição de vagas para o mundial 2015, comprove que é um tanto injusta a distribuição de vagas por continente, porém essa mesma faz com que o nível da competição fique lá em cima, afinal deve se admitir que os europeus que fazem com que esse nível de competitividade seja tão alto:

Europa : 15 vagas , Espanha, Croácia, Dinamarca, França, Áustria, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, República Tcheca, Macedônia, Polônia, Rússia, Eslovênia, Suécia, Alemanha e Islândia.

Ásia : 3 vagas , Qatar, Irã e Arábia Saudita.

África : 3 vagas , Tunísia, Argélia, Egito.

Américas : 3 vagas , Argentina, Brasil e Chile.

Vamos então conhecer um pouco mais a fundo cada grupo do mundial.

(Lembrando que a ordem de apresentação das equipes de cada grupo, indicará também as posições em que eu aposto que as mesmas ficarão no grupo)


Grupo A


Espanha
Qatar
Brasil
Eslovênia
Bielorrússia
Chile

Espanha


Atual campeã mundial e principal favorita do grupo. Bronze no campeonato europeu 2014 e medalha de bronze também na Olimpíada de Pequim 2008. Esse ano não terá o apoio de sua maravilhosa torcida como em 2013, mas com um time de estrelas vai brigar pelo pódio.

Qatar


Os donos da casa e atuais campeões asiáticos derrotando o Bahrein por 27 x 26.
Tem que ficar de olhos muito abertos com essa seleção, devem ter naturalizado um monte de jogadores. 

Brasil



Nossa equipe vai buscar sua melhor campanha em campeonatos mundiais tentando superar a 13ª colocação do último mundial.
O objetivo é alcançar as quartas de finais e a partir daí é lucro. Para isso o Brasil precisa terminar em 2º ou 3º do grupo para enfrentar um adversário teoricamente mais fraco nas oitavas. Acredito que é possível sim chegar entre os 8 melhores do mundo.

Eslovênia


4ª colocada no último campeonato mundial, mas não participou do último campeonato europeu.
Nas qualificatórias para este mundial eliminou a forte Hungria.

Bielorrússia


Eliminada nas oitavas de final do último mundial. Ficou em 12º lugar no último campeonato europeu.
Derrotou a seleção de Montenegro para se classificar para o Mundial.

Chile


Terceira força das Américas, é a seleção mais fraca do grupo e deve ficar na última posição.


Grupo B


Croácia
Macedônia
Áustria
Bósnia
Tunísia
Irã

Croácia


Bronze no último campeonato mundial, bronze na Olimpíada de Londres e 4ª colocada no último europeu. Vem muito forte a Croácia para o mundial.
A Croácia conta com o atual melhor jogador do mundo: Domagoj Duvnjak.
Vai brigar forte pelo pódio!

Macedônia


É um país que não tem tanta expressão internacional, ficou em 10º no último campeonato europeu.
A Macedônia eliminou a Grécia para chegar ao mundial e deve brigar com a Áustria pelo 2º lugar do grupo.

Áustria


A Áustria não participou do último mundial e ficou em 11º lugar no último campeonato europeu.
Classificou para o mundial ao vencer a Noruega na qualificatória. Vai brigar com a Macedônia pelo 2º lugar do grupo.

Bósnia


A Bósnia estreará em campeonatos mundiais após vencer a Islândia na qualificatória do mundial.
Deve disputar com a Tunísia uma vaga na segunda fase.

Tunísia


Ao lado de Brasil, Argentina e Catar, faz parte das seleções que podem vencer algumas seleções europeias.
Os tunisianos tem uma equipe com porte físico grande, com um jogo muito fluente, parecido com o estilo europeu. Porém esbarram por terem poucos adversários competitivos que façam seu jogo evoluir na África, tendo apenas o Egito e Argélia com nível bom no continente todo. 
A Tunísia chegou as oitavas no último mundial e vai disputar diretamente com a Bósnia a classificação pra segunda fase.

Irã


O Irã vai disputar seu primeiro mundial e não deve passar da primeira fase.


Grupo C


França
Suécia
Islândia
República Tcheca
Argélia
Egito

França


A França é a atual bi campeã olímpica e campeã europeia. 
Principal favorita ao título mundial!
É uma equipe fantástica e possui jogadores como o excelente Karabatic.

Suécia


Medalha de Prata nos jogos olímpicos de Londres.
7ª colocada no último campeonato europeu.
A Suécia passou pela Romênia para chegar ao mundial.

Islândia


A Islândia teve momentos de glórias há uns 4, 5 anos, tendo conquistado a prata em Pequim 2008, depois disso um bronze no europeu 2010, não chegou as semi finais do europeu 2012, nem no de 2014, não participou do mundial 2009, sexto lugar no mundial 2011 e  um quinto lugar em Londres 2012. Ou seja, sempre se mantém na média, mesmo sendo um país com apenas aproximadamente 2 milhões de habitantes, consegue ter uma seleção forte, mas que não está no melhor de suas fases. Contudo, deve passar de fase e se nas oitavas não ir cair em sua frente um gigante, deve seguir avançando no mundial.

A Islândia classificou para o Mundial 2015 porque o Bahrein teve problemas políticos, assim desistindo de participar do mundial. A Federação Internacional de Handebol ao invés de convidar uma seleção asiática para a vaga do Bahrein, chamou a Islândia.

República Tcheca


Ficou em penúltimo lugar no último campeonato europeu, vai disputar com as seleções africanas uma vaga nas oitavas. Pra chegar no mundial eles tiveram que passar pela Sérvia nos play-offs.

Argélia


A  Argélia é a atual campeã africana!
Vai disputar com República Tcheca e Egito uma vaga na segunda fase.
O gosto pelo handebol querendo ou não tem certa influência dos franceses, por questões históricas de imigração do povo argelino para terras francesas, fez com que o handebol, muito praticado na França, fosse também para a Argélia.

Egito


Ficou em 3º lugar no último campeonato africano, não vive um bom momento.


Grupo D


Dinamarca
Polônia
Rússia
Alemanha
Argentina
Arábia Saudita

Dinamarca



A Dinamarca é a atual vice campeã mundial e vice campeã europeia.
É a favorita do grupo e um dos favoritos ao título mundial!

Polônia


Eliminada nas oitavas do último mundial.
Ficou em 6º lugar no último campeonato europeu.
Não é uma das seleções europeias favoritas ao título.
Pra chegar ao mundial, eles ganharam da Alemanha nos plays-off. 

Rússia


A equipe russa se encaixa no “Era grande mas com o tempo caiu”.  A seleção foi campeã olímpica em Sidney 2000, mas nos últimos anos tem participações ruins em mundiais (as vezes nem se classificando para a competição) e em europeus campanhas discretas (9º lugar no Europeu 2014), o que ameniza um pouco isso é o bronze em Atenas 2004, mas já faz 11 anos isso! Nessa edição do mundial não tem uma equipe que encanta, mas tem o espírito de quem já foi grande.

Alemanha


Não participou do último campeonato europeu, nem participou da Olimpíada de Londres.

Em uma decisão tomada pela Federação Internacional de Handebol em 8 de julho de 2014 a vaga destinada ao campeão da Oceania foi revogada, uma vez que o continente não possui confederação afiliada a IHF. A Austrália, que venceu o Campeonato de Handebol da Oceania de 2014 perdeu a sua vaga, uma vez que esta foi cedida à Alemanha por wildcard por esta possuir o maior ranking entre as seleções não previamente qualificadas para o torneio.

Argentina


A nossa grande rival não passou da primeira fase do último mundial.
Apesar de possuir uma seleção muito boa, que inclusive derrotou o Brasil no Pan, vai ser difícil passar da primeira fase nesse grupo D que é considerado por muitos o grupo da morte.

Arábia Saudita


Sem dúvidas é a seleção mais fraca do grupo. Está substituindo os Emirados Árabes, que por razões políticas, abandonou a competição.

Formato da Disputa

Na primeira fase as 24 equipes foram distribuídas em quatro grupos contendo seis seleções cada. Após se enfrentarem entre si dentro de seus grupos em turno único as quatro melhores equipes de cada grupo se classificam para a fase eliminatória da competição, a qual é composta pelas oitavas-de-final, quartas-de-final, semifinais e final.
Os critérios de desempate na primeira fase para equipes empatadas em número de pontos na classificação são, na seguinte ordem:
  1. número de pontos obtidos nas partidas entre as equipes em questão;
  2. saldo de golos nas partidas entre as equipes em questão;
  3. golos marcados nas partidas entre os times em questão (se mais de dois times empatarem em número de pontos);
  4. saldo de golos em todas as partidas no grupo;
  5. número de golos marcados em todas as partidas no grupo;
  6. sorteio.

Oitavas-de-final


1ºA x 4ºB
2ºA x 3ºB
3ºA x 2ºB
4ºA x 1ºB

1ºC x 4ºD

2ºC x 3ºD
3ºC x 2ºD
4ºD x 1ºC


Considerações Finais



Será um grande mundial, disputado em um país que futuramente deve sediar os jogos olímpicos, o Qatar. 
Com certeza será um grande campeonato, com grandes jogos em Arenas luxuosas. Para concretizar, temos seleções em diferentes níveis:

Seleções top, favoritas ao títuloFrança, Dinamarca, Espanha e Croácia.


Brigam por pódio > Islândia, Polônia e Suécia.


Objetivo são as oitavas ou quartas de final > Qatar, Brasil, Eslovênia, Bielorrússia, Macedônia, Áustria, Bósnia, Tunísia, República Tcheca, Argélia, Egito, Rússia, Alemanha e Argentina.


Foram ao mundial só pra passear > Chile, Irã e Arábia Saudita.


Fique de Olho


Em alguns jogadores, é bom prestar atenção mesmo antes do início do mundial, então quando esses caras entrarem em ação, não desgrude os olhos da TV!

Domagoj Duvnjak - Croácia



Nikola Karabatic – França



Filip Jícha - República Tcheca


Mikkel Hansen – Dinamarca


Diego Simonet - Argentina


Joan Cañellas - Espanha




A transmissão do mundial no Brasil será dos canais Sportv e ESPN

                                                                   Foto: ZN Handebol
                                                        

Os jogos do mundial começam quinta-feira dia 15/01 e vão até o dia 01/02 onde será disputada a grande final na Arena de Desportos de Lusail com capacidade para 15.300 expectadores, será a arena principal do evento.